Warning: Missing argument 1 for get_post(), called in /home/routeseg/public_html/wp-content/plugins/wordpress-seo/frontend/class-opengraph.php on line 505 and defined in /home/routeseg/public_html/wp-includes/post.php on line 380

Treinamentos e Cursos de Segurança do Trabalho

CURSOS E Treinamentos

ROUTESEG BRASIL    
 
                 
                               
 
 
 
 
 
 
 
 
                                                                                  

Cursos e Treinamentos

Máximo Conceito dos Ideais de Segurança no Trabalho
PROPOSTA COMERCIAL                             PARCERIA IDEAL
APRESENTAÇÃO
OBJETIVO
Treinamentos e Cursos
CONSIDERAÇÕES GERAIS

Objetivos

Os Treinamentos e Cursos da Routeseg Visam Capacitar Colaboradores e Gestores nsa temas propostos;
Atender OS Requisitos legais implementadas Treinamentos EM atuando na Formação, Capacitação e Certificação;

Discutir a Aplicação de Ferramentas Que permitem a Melhoria Contínua dos Processos.

Disponibilizar instrutores qualificados e Certificados;

Ministrar Treinamentos agendados;

Manter continuamente Qualidade dos Treinamentos;

Atender a carga horária dos Treinamentos;

De Fazer Uso de materiais apropriados Didático;

Fazer Uso de EQUIPAMENTO audiovisual (data-show);

Manter Contato Contínuo com a Empresa contratante.

 

APRESENTAÇÃO

O Setor de Serviços no Brasil ESTA Desenvolvendo e Aprendendo Conviver com temas de Qualidade e Produtividade, porem há POR Muito se Fazer, Haja vista Que este Setor TEM experimentado nsa Últimos ano Mudanças significativas com a Relação Velocidade Com que São lançados Novos Equipamentos e methods that agilizam a eA Produtividade Qualidade dos Produtos e Serviços oferecidos AOS NOSSOS Clientes e Parceiros Empresariais.

No segmento Nosso, a Qualidade e julgada cabelo Cliente, JA Que ELE Pará, este Fator DEMANDA dos esforços Que a Organização Faz par atender um SUAS Necessidades e Expectativas com Relação a Prestação de Serviços com nivel de Qualidade e otimização do Tempo e Gerando Benefícios Mútuos .

Dessa Maneira, Quanto Mais uma Empresa satisfizer SEUS Clientes e Parceiros menor SERA O Espaço Entre ESTA EA QUALIDADE TOTAL Que entende-se Como meta fundamental.

Este Conceito Abrange NÃO modo characteristics Que atendem AOS Requisitos Básicos enquanto Serviços, mas Sobretudo, aqueles Que OS diferenciam dos concorrentes.Esta dicotomia PODE basear-se na oferta de Novos Serviços UO Relacionamentos Especiais.

IMPORTANTE considerar Que a Estratégia Para fidelizar o Cliente e conquistar Novos, DEMANDA a identificação de Fatores Que aumente SUA Satisfação, somando a este Fato a Redução Eficaz de Falhas Operacionais, Acidentes, incidentes Gerando quebra da confiabilidade eA sustentação de Projetos e Processos confiáveis.

Identificamos Ao Longo da Nossa Experiência em Diversas Setores da Indústria Nacional, that como Empresas buscam confiabilidade, Segurança, Personalidade e Tecnologia das Empresas Que propõe complementar a Qualidade Já Consolidada Pela Política prevencionista eA Preservação dos Recursos Naturais respeitando como legislações Nacionais e Internacionais vigentes.

Para ISSO buscamos atender a Expectativa atraves da Pesquisa constante de Novos e modernos Equipamentos, Treinamento de Equipe, Assistência Contínua e aprimoramento constante de Todas As ETAPAS of this Processo.

Participamos ativamente Neste Mercado, oferecendo Nossa Especialização eA Nossa Convicção de that como Empresas devem voltar-se especificamente parágrafo SUA Atividade “fim”, com Energia e Dedicação, base concreta da Realização Profissional e Econômica.

Nossa Empresa Nasceu da necessidade de Parceria das principais Empresas do Mercado de Expansão e da DEMANDA POR Qualidade de Formação, Qualificação e Especialização de Trabalhadores e Gestores Empresariais NAS exigências e Necessidades de Segurança indivíduos, Coletivas e do Patrimônio Indispensáveis à vida, a sustentabilidade e continuidade das Operacional Empresas.

Com Mais de 26 ano Prestando assessoria de Formação e Desenvolvimento de Trabalhadores e Gestores, Formando Consciência prevencionista e Desenvolvendo methods eficazes de Segurança Nos Trabalhos Críticos e Rotinas Operacionais com Procedimentos Específicos em Todos Os Segmentos e grau de Risco, Consolidando Práticas e Procedimentos seguros Que preservem um DAS Integridade instalações, das Pessoas e do Patrimônio.

TEMOS Como Objetivo, PROMOVER Programas de Treinamentos that atendam a DEMANDA de Qualificação de Trabalhadores Operacionais, Engenheiros, Técnicos, Gestores e contratadas EM Necessidades de Projetos de Expansão, Construção, Linhas de Produção, Manutenção, industria da Construção e Mineração.

Treinamentos e Cursos - Metodologia Comercial

Para efetivação de NOSSOS Serviços, realizamos hum Levantamento em Conjunto com a Empresa Sobre a Situação Presente, com a detecção de Pontos Fortes e Fracos na área, otimizando OS Recursos Humanos, e Todas As ETAPAS Que compreendem Uma Parceria Profissional.

Nosso Objetivo Maior E oferecer tranquilidade a diretoria da Empresa e PROMOVER uma normatização de Procedimentos Operacionais e comportamentais atraves do Concurso de Controle Sobre Todas As áreas, atraves de ações preventivas Relatórios, avaliações, Auditorias e Treinamentos.

Com Uma Equipe de Profissionais experientes na área de Segurança do Trabalho, desenvolvemos e atualizamos constantemente O Nosso Portfólio de Trabalho Para oferecer Treinamentos de Qualidade, atraves de Modernas Técnicas Pedagógicas didático parágrafo OS seguintes Cursos e Treinamentos.

REFERÊ Formato “se AOS Cursos Cujas characteristics DOS Treinamentos São desenvolvidas de a Acordo Com Os Riscos e Necessidades do contratante.

Nsa CONSULTE.

Cursos “In Company” Solicite-SOE hum Orçamento: ou Entre em Contato nenhuma
 Tel .: (11) 4455-3442 (11) 97.391-7.115

 

Cursos Para o Mês de Março

Dados
Técnico Rigger e Supervisor de Rigging
A Definir
Trabalho em Altura e NR-18
A Definir

Cursos Para o Mês de Abril

Dados
Segurança NAS Instalações e Serviços com Eletricidade NR-10

Segurança em Áreas Classificadas

 Investigação de Acidentes

A Definir

09-10 / 04-16h.

11 / 04-08h. -

Segurança nsa Serviços em Espaços Confinados-40 horas NR-33-Supervisores
A Definir

Cursos Para o Mês de Maio

Dados
 Segurança nsa Serviços em Espaços Confinados-40 horas NR-33 -Supervisores
A Definir
Segurança em Movimentações de Cargas
A Definir
Segurança Nos Trabalhos em Altura – NR 36
A Definir

Cursos Para o Mês de Junho

Dados
Projeto e Construção de Linha de Vida
A Definir
Prevenção e Combate à Incêndios
A Definir

Cursos Para o Mês de Julho

Dados
Curso de Formação de brigadistas
Aberto
Curso de Formação de CIPA
Aberto

Cursos Para o Mês de Agosto

Dados
Setem- Segurança no Sistema Elétrico de Potência
Aberto
Sistema de Permissões de Trabalho
Aberto

Cursos Para o Mês de Setembro

Dados
Segurança com Bloqueios de Energia EBTV
Aberto
Segurança Nos Trabalhos em Altura
Aberto

Cursos Para o Mês de Outubro

Dados
Direção Preventiva / defensiva
Aberto
Projeto e Construção de Linha de vida
Aberto
Projeto e Construção de Linha de Vida
Aberto

Cursos Para o Mês de Novembro

Dados
Tecnico de Rigger e Supervisor de Rigging 
Aberto
Diereção Preventiva / defensiva
Aberto
Tecnico de Rigger e Supervisor de Rigging – Atualização
Aberto

Cursos Para o Mês de Dezembro

Dados
Projetos e Construção de Linha de Vida
Aberto
Segurança nsa Serviços em Espaços Confinados-40 horas NR-33-Supervisores
Aberto

 

Objetivo e Conteúdos Programáticos

 

Riscos Elétricos: NR 10

Orientar OS Profissionais Que trabalham com instalações Elétricas, sujeitos AOS Riscos decorrentes do Emprego da Energia Elétrica, oferecendo Noções de Riscos
Elétricos, Primeiros Socorros e Prevenção e Combate a Incêndios.

 

Módulo I

oIntrodução à Segurança com Eletricidade
o- Riscos em Instalações e Serviços com Eletricidade
o- Medidas de Controle de Risco Elétrico
o- Normas Técnicas Brasileiras NBR da ABNT NBR 5410, 14039
Normas Regulamentadoras o- Portaria 3214
o- Equipamentos de Proteção Individual e Coletiva
o- Rotinas de Trabalhos – Procedimentos
o- Documentações de Instalações Elétricas
Regulamentações o- fazer TEM
o- Riscos Adicionais e Trabalhos Críticos

Módulo II

o- importancia de Aterramentos
o- Acidentes de Origem Elétrica
o- Proteção e Combate á Incêndios
Primeiros Socorros o-
o- Técnicas e Análise de Riscos
o- Linhas Vivas
Áreas Classificadas o-
o- Equipamentos de Segurança intrínseca
o- Procedimentos em Situações de Emergência
o- Investigação de Acidentes
o- CONCLUSÕES e Avaliações Periciais

 

  Curso de Formação de CIPA 

Treinamento presencial teórico-Prático – assistido – Carga horária: 20h

Método: andragogía = Recursos: Palestra, examples, slides, filmes
e apostila

Conteúdo Programático

 

I – INTRODUÇÃO A SEGURANÇA DO TRABALHO

Conceito e Legal
Conceito Prevencionista

Outros Casos considerados Como Acidentes do Trabalho

II – Inspeção de Segurança

Conceito e importancia * Objetivos * Levantamento das Causas dos Acidentes

III – INVESTIGAÇÃO DOS Acidentes

Procura das Causas do Acidente * Ato inseguro * Condição Insegura * Fator Pessoal de Insegurança

IV – ANÁLISE DOS Acidentes

Comunicação do Acidente * * Medidas de Segurança a Serem adotadas

Dias Perdidos * Dias Debitados * Estatísticas

V – Campanhas de Segurança

SIPAT (Semana Interna de Prevenção de Acidentes do Trabalho)

VI – RISCOS AMBIENTAIS

Agentes Físicos, Químicos Agentes, Agentes Biológicos, Agentes Mecânicos

VII – NR-5 COMISSÃO INTERNA DE PREVENÇÃO DE Acidentes – CIPA

Organização e FUNCIONAMENTO da CIPA * Reunião da CIPA * Organização e Finalidades

Forma de Atuação dos Representantes * Reunião Ordinária e Reunião Extraordinária

Realização Prática de Uma Reunião de CIPA * Organização e FUNCIONAMENTO da CIPA

VIII – PRIMEIROS Socorros

Material Necessário Pará Emergência * Tipos de Emergência

Como Prestar Primeiros Socorros

IX – AIDS – Entendendo a Sigla * A Ação do HIV * Como se Transmite HIV * Reduzindo Riscos

X – EQUIPAMENTOS DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL

- Exigencia de para Legal Empresas e Empregados; Características dos EPIs Mais Usados NAS Empresas eA forma de SUA utilização

XI – Principios Básicos DA PREVENÇÃO DE INCÊNDIO

Normas Básicas
Classes de incendio e Tipos de Equipamentos para Seu combate
Sinalização dos Extintores
Posicionamento dos Extintores
lIdentificação
dos Extintores
Brigada contra Incêndio
Treinamento Recomendacoes parágrafo O Caso de incendio Prevenção de Incêndio

NR 18 = Segurança na Industria da Construção

Treinamento Teórico e Prático – com carga de 8 horas

Método: andragogía

Recursos: Palestra, examples, slides, filmes, Equipamentos e apostila

Conteúdo Programático

Módulo I

Objetivo e Definição

* Planejamento, Organização e execução de Tarefas

‘S * Importancia Quanto Ao Uso de EPI’S / EPC

* Definição de Riscos envolvendo Trabalho em Altura

* Legislação e Responsabilidades

* Coletivas Tipos de Proteções

* Sinalização e Isolamento de Área

* Sinalizações de Segurança

* Riscos Físicos Químicos e Biológicos

* Conceito de Área Classificada

Módulo II

* Permissões de Trabalho

* Análise de Risco de Tarefa

* DDS – Diálogo Diário de Segurança

* Riscos Elétricos nsa Trabalhos em Altura

* Trabalhos executados Telhados EM

* Andaimes e Plataformas

* NAS Riscos instalações Provisórias

* Medidas de Proteção Definitiva

* Higiene e Saúde NAS Instalações Provisórias

* Disposição e Armazenamento de Resíduos

* Içamentos e Movimentações de Materiais

Trabalho em Altura NR 36:

Treinamento Teórico e Prático – com carga de 8 horas

Método: andragogía, Recursos: Palestra, examples, slides, filmes, Equipamentos e apostila

Conteúdo Programático

Módulo I
Objetivo e Definição

Planejamento Organização e Execução de Tarefas.
*’S importancia Quanto Ao Uso de EPI’S / EPC.

* Definição de Riscos Envolvendo Trabalho em Altura.
* Responsabilidades.

* Tipos de Proteções Coletivas.
* Permissões de Trabalhos.

 

Módulo II
* Permissões de Trabalho.
* Análise de Risco de Tarefa.

* DDS -. Diálogo Diário de Segurança
* Riscos Elétricos nsa Trabalhos em Altura.

* Trabalhos Executados em Telhados.
* Andaimes e Plataformas.

* Riscos NAS Instalações Provisórias.
* Medidas de Proteção Definitiva.

Módulo III

* Capacitação, Requisitos e condições de saúde para à Atividade.

* Noções de Riscos e requisições em Espaços confinados.

* Fundamentos Quanto Ao Uso de Linhas de Vida.
* Acesso e Trabalhos fachadeiros.

* Riscos com Quedas de Materiais e Ferramentas.
* Içamentos de Materiais.

* Restrições nsa Trabalhos em Altura.
* Noções de Projetos de Linha de Vida.

 

CURSO DE FORMAÇÃO DE brigadista

Treinamento presencial
teórico-Prático assistido Carga horária: 20h

OBJETIVO:
Proporcionar AOS Alunos Conhecimentos Básicos Sobre Prevenção, Isolamento e
extinção de Princípios de incendio, com abandono de sinistro local, Além de
Técnicas de Primeiros Socorros.

INSTRUTORES E AVALIADORES: Profissionais habilitados.

Turmas: Composta de no Máximo 20 Alunos.

Recursos:

Método: andragogía
Palestra, examples, slides, filmes e apostila

Sinopse do Curso de Brigada de Incêndio

2 - ATRIBUI Ç OES DA BRIGADA DE INCÊNDIO
  • A ç ões de Preven ç ão:

a) Avaliação dos Riscos existentes;

b) Inspeção Geral dos Equipamentos de combate a INCÊNDIO;

c) Inspeção Geral das Rotas de fuga;

d) Elaboração de Relatório das irregularidades encontradas;

e) Encaminhamento fazer EAo Relatório Setores
competentes;

f) Orientação à População FIXA e flutuante;

g) Exercícios simulados.

 

• Ações de Emergência:
a) Identificação da Situação (Análise do Risco / Perigo);
b) Alarme / abandono de área;
c) Corte de Energia;
d) Acionamento do Corpo de brigadistas e / ou solicitação de Ajuda externa;
e) Primeiros Socorros;
f) Combate a Princípios de Incêndio;
g) Recepção e Orientação Ao Corpo de Bombeiro UO Outros Órgãos e Serviços Públicos de Emergência;
h) Elaboração de Relatório discriminando Procedimentos efetuados e relatando a Ação da Brigada.

 

3- Procedimentos B Á SICOS DE EMERGENCIA

 

• ALERTA: Ocupantes AOS, brigadistas e Apoio externo;
• ANÁLISE DA SITUAÇÃO: Brigada / brigadista, Analisa Situação e Avalia constantemente ate o final, fazer sinistro, desencadeando Procedimentos, orientando e priorizando Ações, de a Acordo com OS Recursos available e prioridades da Empresa;
• PRIMEIROS Socorros: socorrer Vítimas, mantendo UO restabelecendo SUAS funcoes Vitais Até um chegada do socorro Especializado;
• CORTE DE ENERGIA: Cortar when Possível UO necessary o Fornecimento de energia Ao Prédio, sala, Máquinas e Equipamentos OU Setor da área atingida POR sinistro.
• ABONDONO DA ÁREA: Proceder Ao abandono da área parcial UO total when necessary, Conforme Comunicação preestabelecida OU POR ORDEM DO Geral Coordenador, removendo Pará seguro local, a distância Uma Mínima de 100 metros fazer sinistrado local, permanecendo ali Ate O das finais Operações ;
• Ações de Emergência:
a) Identificação da Situação (Análise do Risco / Perigo);
b) Alarme / abandono de área;
c) Corte de Energia;
d) Acionamento do Corpo de brigadistas e / ou solicitação de Ajuda externa;
e) Primeiros Socorros;
f) Combate a Princípios de Incêndio;
g) Recepção e Orientação Ao Corpo de Bombeiro UO Outros Órgãos e Serviços Públicos de Emergência;
h) Elaboração de Relatório discriminando Procedimentos efetuados e relatando a Ação da Brigada.
• Confinamento DO Sinistro: Evitar a Propagação do Sinistro e De SUAS consequencias;
• Isolamento DA ÁREA: Isolar físicamente uma área sinistrada, de Modo a garantir OS Trabalhos de Emergência e Evitar Que PESSOAS NÃO autorizadas adentrem Ao local;

• EXTINÇÃO: Eliminar o sinistro restabelecendo a normalidade;

 • INVESTIGAÇÃO: Levantar como Possíveis Causas do sinistro e SUAS consequencias e emitir Relatório para discussão NAS reunioes extraordinarias, com o Objetivo de proporcionalidade Medidas corretivas e Evitar Novos Sinistros.

CONCEITO DE PREVENÇÃO A INCÊNDIO * CONCEITO DE INCÊNDIO * CONCEITO DE COMBATE A INCÊNDIO * CONCEITO DE FOGO CALOR

Energia química * Energia Elétrica * Energia nuclear Energia Mecânica *

Efeitos fisiológicos do calor Sobre o Ser Humano

Propagação do Calor POR Convecção * Combustíveis Líquidos * Combustíveis Sólidos

Combustíveis Gasosos * Fuga e Resgate de Pessoas * Noções de Primeiros Socorros

Comportamento em Casos de Emergência

3- Procedimentos B Á SICOS DE EMERGENCIA

• ALERTA: Ocupantes AOS, brigadistas e Apoio externo;

• ANÁLISE DA SITUAÇÃO: Brigada / brigadista, Analisa Situação e Avalia constantemente ate o final, fazer sinistro, desencadeando Procedimentos, orientando e priorizando Ações, de a Acordo com OS Recursos available e prioridades da Empresa;
• PRIMEIROS Socorros: socorrer Vítimas, mantendo UO restabelecendo SUAS funcoes Vitais Até um chegada do socorro Especializado;
• CORTE DE ENERGIA: Cortar when Possível UO necessary o Fornecimento de energia Ao Prédio, sala, Máquinas e Equipamentos OU Setor da área atingida POR sinistro.
• ABONDONO DA ÁREA: Proceder Ao abandono da área parcial UO total when necessary, Conforme Comunicação preestabelecida OU POR ORDEM DO Geral Coordenador, removendo Pará seguro local, a distância Uma Mínima de 100 metros fazer sinistrado local, permanecendo ali Ate O das finais Operações ;

Direção Preventiva

Treinamento de Direção Preventiva – Treinamento Teórico 8 horas

Método: andragogía

Recursos: Palestra, examples, slides, filmes, Equipamentos e apostila

Conteúdo Programático
3 Módulos

 Objetivo e Definição

Conceito de Direção Preventiva e Evasiva
Principais Causas de Acidentes Envolvendo Veículos e Comportamentos Seguros e Inseguros
Acessórios de Segurança, FUNCIONAMENTO dos Acessórios
 Segurança, distancia X Espaçode frenagem
Dinâmica de Transferência de peso X Estabilidade fazer Veículo
Tipos de Risco
Velocidades e Vícios Ao Volante
Manutenção Preventiva
Riscos Comuns em Áreas Urbanas
Segurança em Transporte de Passageiros
Segurança em Transporte de Cargas
 Amarração e Disposição de Cargas
Relações Humanas no Trânsito
Dirigindo soluçar Chuva
Dirigindo soluçar Condições Adversas
Conhecer como limitações do EQUIPAMENTO
Segurança Pessoal e dos Passageiros
Condições da pista
Condições do Ambiente
Condições do Veículo
 Utilização de telefone celular, Rádio e / ou Outros Aparelhos de Comunicação
Checagem Operacional inicial do Veículo
Previsibilidade de Risco / Reação antecipada uma Possíveis Erros dos Outros Motoristas
Procedimentos de Segurança NAS Saídas e Chegadas
Uso do Álcool, Medicamentos e drogas x Acidentes
Como Evitar colisões frontais / Traseira / laterais
Posicionamento Correto Dentro do Veículo x regulagens de Bancos e Equipamentos
Paradas táticas nsa Semaforos Rotograma
Conceitos de vias preferenciais
Exercícios de Controle de volante x slalon com Barreiras (posição das Mãos)
 Exercícios de Controle de frenagem x distância de Segurança
Exercícios de Controle de frenagem x distância de Segurança
Uso dos Freios ABS em terrenos Regulares e irreguläres
Solução Educacional
Treinamento presencial teórico-Prático com Simulações em Veículos equivalentes AOS utilizados UO simuladores.
 Dentre como Estratégias utilizadas, està a Realização de Estudos de Casos that deverão SER apresentados de para identificação de Erros e Riscos.

Projetos e Construção de Linha de Vida 

Treinamento Teórico (16h)

Conteúdo Programático

Fatores a Considerar
    Carga Máxima Dinâmica
    Carga de Ruptura do Cabo
    Estudo de Espaço
    Risco de Choques com Equipamentos (Efeito Pêndulo)
    Dimensionamento PESSOAS para-
    Dimensionamento do Cabo de Aço
    Determinação das Forças nsa Pontos de ancoragem
    Verificação de Resistência nsa Pontos de ancoragem
    Projeto de Uma Linha de vida
    Forças Sobre o Ponto de ancoragem e Cabos
    Carga ruptura e Quedas
    Peso, Diâmetro, Vão e Cálculo
    Cálculo da catenaria
    Alongamento e flecha inicial
    ART Específica
    ART Geral
    Tensão do Cabo
    Fator de Serviço do Cabo
    Cordas e Cabos de Aço, Conservação e OSU Adequado;

    Procedimentos e Rotinas de Trabalho, do conforme NR 18

NR 33 -Prevenção de Riscos em Trabalhos nsa Espaços Confinados

Normas Regulamentadoras de Espaços Confinados. NR 33 Supervisores 40h

Treinamento Teórico e Prático

Método: andragogía

Recursos: Palestra, examples, slides, filmes, Equipamentos e apostila

 

Conteúdo Programático

 

Identificação de Risco * Controle de Risco * Permissões de Entrada * EQUIPAMENTO Especializado

Designação do Trabalhador * Teste e Monitoramento * Coordenação com como Empreiteiras

Procedimento de Emergência * Programa de Revisão * Abertura de Linha * Aprisionamento:

Área Classificada * Auto-Resgate * Avaliação de local: * Condição de entrada

Condição imediatamente Perigosa à vida UO a saúde (IPVS) * Engolfamento / Envolvimento

Equipe de Resgate * Espaço Confinado Simulado * * Inertização Isolamento

Permissão de entrada * Permissão Para Trabalho a Quente * Procedimento de Permissão de entrada

Programa para entrada em espaço confinado * Reconhecimento

Trabalhador Autorizado * Vedo (tampa UO tampão) importancia

Procedimentos Que devem Ser completados os antes da entrada

Procedimentos de Emergência e Resgate * Alívio * Lavagem e Drenagem de Equipamentos * EBTV- Etiquetamento, Bloqueio e Sinalização

Análise Preliminar de Risco (APR) *

Atmosfera IPVS – Atmosfera Imediatamente Perigosa à Vida UO à Saúde

Avaliações Iniciais da atmosfera * Base * Técnica Aberta Chama

Condição IPVS * Contaminantes * Deficiência e Enriquecimento de Oxigênio *

Gestão de Segurança e Saúde nsa Trabalhos em Espaços confinados * EQUIPAMENTO intrinsecamente Seguro * Medidas Especiais de Controle * Ordem de Bloqueio e Ordem de Libertação * Permissão de Entrada e Trabalho (PET)

Proficiência * Programa de Proteção Respiratória * Quase Acidente

Responsável Técnico * Risco Sepultura e Iminente * Riscos psicossociais

Sistema de Permissão de Entrada em Espaços Confinados

Supervisor de Entrada * Trabalhador Autorizado e Vigia

UA-41289507-1